12.25.2007

BREVE ESTUDO SOBRE A GRAÇA

Antônio Pereira da Costa Júnior*


juniorapologista@yahoo.com.br


No Antigo Testamento significa favor, especialmente na frase “achar graça” (Gênesis 6.8, etc.). No N.T. é aquele favor que o homem não merece, mas que Deus livremente lhe concede; algumas vezes é posta em contraste com a lei (Romanos 6.14); e também exprime a corrente de misericórdia divina, pela qual o homem é chamado, é salvo, é justificado, e habilitado para viver bem e achar isso suficiente para ele (Gálatas 1.15; Efésios 2.8; Romanos 3.24; 1Coríntios 15.10; 2Coríntios 12.9).

Graça é o poder dinâmico de Deus que provêm imerecidamente para capacitar o homem a desejar e fazer a Sua vontade (Filipenses 2:13; 1Coríntios 1.4,5; 2Timóteo 1.9; Tiago 1.18; 2Coríntios 3.5; Hebreus 13.21; Isaías 26.12; Jeremias 10.23; Provérbios 16.9; 20.24; 1Coríntios 15.10).

Só a graça: Ensinavam os reformadores que o pecador é justificado unicamente pela graça de Deus, mediante a fé em Jesus Cristo. Neste caso, a graça é o favor divino que o homem não merece, mas que, em sua soberania e bondade, Deus quer dar-lhe. A salvação é obra de Deus, não do homem. Paulo diz: "Pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto [a salvação] não vem de vós, é dom de Deus; não [vem] de obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2.8-9). Em outra Epístola, o apóstolo explica: "Se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça" (Romanos 11.6).

O homem estende a mão vazia para receber, não a mão cheia para oferecer. Não tem nada a oferecer em troca de sua salvação. Tampouco pode cooperar com a graça divina para salvar-se. Está morto em seus delitos e pecados. Somente se dispõe a receber o favor de Deus.

O conceito de só pela graça é um golpe mui severo ao orgulho humano. Aqui não há lugar para a auto-suficiência, nem para a arrogância do que pretende salvar-se a si mesmo e a outros, mesmo por meio de esforços que aos olhos da sociedade parecem mui nobres e heróicos. Deus é sempre “o Deus de toda a graça”(1Pedro 5.10). A salvação sempre foi, é e sempre será pela graça. Mas esta graça vem em plenitude na pessoa de Jesus Cristo (João 1.17). Cristo é o dom inefável de Deus ao mundo. O homem pode salvar-se em Cristo, não à parte de Cristo.

Como sabemos, Paulo diz claramente que havia um espinho em sua carne - um problema que não nos é revelado em que consistia - mas que, verdadeiramente, era a grande dificuldade da sua vida (2Coríntios 12.7). Paulo relata que pediu a Deus insistentemente para que o livrasse daquele mal, todavia a resposta veio na forma em que o Pregador aos Gentios não esperava: "A minha graça te basta..."

Ao lermos tal episódio, podemos ser levados a pensar que a resposta de Deus diante do sofrimento apostólico é pequena demais. Entretanto, no que era oferecido por nosso Pai estava o melhor que havia.

A Graça de Deus é um dos grandes temas da Bíblia. Somente quando paramos para avaliá-la, ainda que rapidamente, como este momento, podemos entender o profundo conteúdo das palavras que Paulo ouviu de Deus.

OBSERVE ALGUMAS DE SUAS CARACTERÍSTICAS:

a) É REPARTIDA LIVREMENTE: Salmo 84.11; Atos 11.23; 13.43.
b) DÁ PODER PARA O SERVIÇO: 1Coríntios 3.10; 15.10.
c) CAPACITA PARA VIVER A VIDA CRISTÃ: 2Coríntios 1.12.
d) É PROMETIDA AOS HUMILDES: 1Pedro 5.5.
e) É FONTE DE PODER: 2Timóteo 2.1.
f) É LARGAMENTE APLICADA EM NOSSA SALVAÇÃO: Atos 15.11; Romanos 3.24; Romanos 5.15; Romanos 11.6; Tito 2.11; 3.7.
g) É CHEIA DE RIQUEZAS: Efésios 1.7; 2.7; Filipenses 4.19; 1Timóteo 1.14.

Muitos outros versículos nos falam da maravilhosa graça que há em nosso Trino Deus. A consideração sincera acerca do conteúdo dos versículos ora mencionados deve nos levar a uma compreensão mais ampla do que o Senhor estava dizendo ao apóstolo que sofria seu espinho: o favor de Deus é infinitamente mais importante que qualquer anseio humano: "a Tua graça é melhor que a vida."
Certamente que muito sofremos nossas dores e cada um sabe do peso de sua cruz. A graça de Deus é, mais que um grande consolo, a resposta concreta à nossa fraqueza, vinda do coração de nosso amado Criador e Sustentador. Confiemos em Deus; vivamos da Sua graça.

SALVOS PELA GRAÇA

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé. Isto não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas”. Efésios 2.8-10.

Venho novamente falar sobre esses versos, porque eles são muito incompreendidos. Esses versos dizem claramente que:
• Somos salvos pela graça;
• A graça opera por meio da fé;
• A fé não vem de nós mesmos – ela é um dom;
• Não é através de obras que as pessoas são salvas. Por isso, ninguém pode ser orgulhoso quanto à sua salvação;
• Não fomos nós quem nos criamos, mas Deus;
• Somos criados em Cristo Jesus;
• Essa nova criação implica boas obras. A nova natureza que ganhamos quando somos salvos nos levará a fazer boas obras;
• Não escolhemos essas boas ações; Deus preparou-as antes mesmo que nós pudéssemos andar nelas.

Primeiro, a graça nos alcança porque Deus nos dá a fé para receber essa graça; somos, então, salvos. Não merecemos a nossa salvação; ela foi comprada por nós na cruz.

Se pudéssemos merecer a salvação pelas boas obras, Jesus não precisaria ter morrido – Deus poderia apenas ter enviado um homem que nos motivasse a praticar bons atos. Em vez disso, Ele propiciou um resgate pelo pecado. Nenhuma motivação ou boa obra pode restaurar nossa natureza caída ou livrar o homem da pena que ele merece. O sacrifício de Jesus – depois de recebido pelo homem – significa o início de uma nova natureza e de uma vida livre de culpa. Nós apenas recebemos esse perdão – não merecemos. Não contribuímos para a nossa salvação em nada.

Essa é a primeira metade da história! Uma vez salvos, precisamos produzir frutos. Não somos salvos para “adormecermos na luz”, mas para praticarmos “as boas obras que Deus preparou de antemão”. A vida cristã não existe sem as boas obras! As boas ações não nos colocam no céu, mas determinam o galardão que receberemos quando lá chegarmos! 1Coríntios 3.10-15.

Portanto somos salvos pela graça através da fé – que nos colocará no céu. Nossas boas obras praticadas sobre o fundamento – que é Jesus Cristo – em pureza e fidelidade nos garantirão as heranças celestiais. “E, se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça”. Romanos 11:6

REFERÊNCIAS GERAIS SOBRE GRAÇA NO NOVO TESTAMENTO

Lucas 1:30; 2:40; 2:52. João 1:14; 1:16; 1:17; Atos 4:33; 7:10; 7:46; 13:43; 15:40; 18:27; 20:32; Romanos 1:5; 3:24; 4:16; 5:2; 5:16; 6:14; 11:5; 11:6; 12:6; 16:24; 1Coríntios 1:3; 1:4; 3:10; 15:10; 2Coríntios 6:1; 8:6-7; 8:9; 8:19; 9:8; 9:14; 12:9; Gálatas 1:3; 1:6; 1:15; 2:9; 2:21; 5:4; 6:18; Efésios 1:2; 1:6-7; 2:5; 2:7-8; 3:2; 3:7-8; 4:7; 4:29; 6:24; Filipenses 1:2; 1:7; 1:29; 4:23; Colossenses 1:2; 1:6; 4:18; 1Tessalonicenses 1:1; 5:28; 2Tessalonicenses 1:2; 1:12; 2:16; 3:18; 1Timóteo 1:2; 1:14; 6:21; 2Timóteo 1:2; 1:9; 2:1; 4:22; Tito 1:4; 2:11; 3:7; 3:15; Filemon 1:3; 1:25; Hebreus 2:9; 4:16; 12:15; 12:28; 13:9; 13:25; Tiago 4:6; 1Pedro 1:2; 1:10; 1:13.


SOLI DEO GLORIA NUNC ET SEMPER

*O Pr. Antônio Pereira da Costa Júnior nasceu em Esperança – PB. Co-Pastor da 1ª. Igreja Congregacional em Sta Cruz do Capibaribe – PE. Faz parte do quadro de ministros da AIECB (Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil). Casado com Esther, e Pai de Rachêl. Palestrante e pesquisador na área de Apologética em geral, Técnico Agrícola pela UEPB e Bacharel em Teologia pelo STEC (Seminário Teológico Evangélico Congregacional). E fez um curso de Apologética por extensão pelo ICP (Instituto Cristão de Pesquisas). Mestrando em Teologia e História pelo SPN – Seminário Presbiteriano do Norte – Recife – PE. E-mail: juniorapologista@yahoo.com.br

4 comentários:

Faculdade de Teologia disse...

O seu Blog está muito Abençoado!


abs!

Anônimo disse...

o seu blog é uma benção de Deus

Missões Virtual disse...

Parabéns Pastor pelo Blog.
Querendo me visitar, também tenho dois blogs evangelísticos:
www.sporamor.blogspot.com
www.consolacaodeamor.blogspot.com

Ana Cristina disse...

Muito obrigado. me ajudou muito. fique na paz de Cristo Jesus.